COOPAVEL ALIMENTOS

24 de outubro de 2009

50 ANOS DO WILSON JOFFRE

O Blog do Maleski capturou imagens produzidas após o vendaval que revelam o estado precário de conservação do Colégio Estadual Wilson Joffre de Cascavel. Criado por decreto em dezembro de 1959, está completando 50 anos de atividade.

Sem disfarces e sem pinturas, as imagens revelam uma triste realidade. O descaso e irresponsável descuido com que as autoridades tratam o ensino. Na sexta-feira, o governador Roberto Requião desfilava e fazia apologia de seus feitos, ao anunciar investimentos na Copel e na Sanepar. Lembrem-se que tratam-se de empresas públicas, que cobram pelos serviços, tem lucro e que os investimentos anunciados irão aferir novos e polpudos lucros. Ou seja, não é de graça. Mas de outro lado, o governador não tirou tempo para visitar escolas, hospitais, rodovias para aferir em que situação o povo vive.
O 'retrato' revelado da situação do Wilson Joffre é apenas um lampejo de outra realidade ainda mais tenebrosa, a de que a qualidade do ensino também precisa de maiores investimentos e os professores de melhores salários. Na verdade, moralmente, o maior salário quem deveria receber são os professores. Pode haver maior responsabilidade do que a de educar? Mas não, quem ganha bem neste país são os políticos, presidentes, governadores, senadores, deputados, prefeito (R$ 15,400,00) e vereadores (R$ 6,1 mil). Enquanto os professores recebem migalhas.
Parabéns aos alunos e professores do Wilson Joffre pelos seus 50 anos. Há comemorar a coragem de ensinar e aprender. A lamentar a ineficiência e desrespeito de nossas autoridades, que se calam, que já não reclamam e nem reivindicam e da grande imprensa que não denúncia e para casos onde há polpudas verbas públicas publicitárias logo fica cega, surda, muda e paralítica.


video

Nenhum comentário:

Postar um comentário