COOPAVEL ALIMENTOS

14 de agosto de 2009

MEMÓRIA FRACA

O melhor amigo do político corrupto é a memória fraca do povo brasileiro. Cada povo tem o político que merece, até porque os eleitos saem do meio do povo e por eles são legitimados. No entanto, o que se pode esperar de um povo que vota e depois esquece em quem votou e porque votou? De um povo que não cobra e não fiscaliza seus representantes? Meu sábio avô já dizia: a fruta nunca cai longe do pé. Por isto vamos recordar o que dizia Fernando Collor sobre José Sarney e ai compare com o que diz hoje e como defende no senado as “maracutaias” do colega de parlamento. Como são as coisas não é? De cobrador irado, virou defensor irado.
De lembrar, dá vontade de chorar de raiva!!!


PS- Para melhor posicionar o leitor, recordemos que na eleição presidencial de 1989, o apresentador de televisão Sílvio Santos foi lançado candidato a poucas semanas da data do primeiro turno. A candidatura de Sílvio seria uma hecatombe para Fernando Collor que liderava todas as pesquisas de intenção de voto. Sílvio tomaria votos dele no meio do povão. Collor foi então à televisão e atacou duramente o então presidente José Sarney, a quem acusou de patrocinar a candidatura de Sílvio Santos. Ouçam o vídeo!

video

Um comentário:

  1. O Collor disse ao ser cassado: " O tempo é o senhor da razão". O tempo passa, o tempo voa, e o Sarney e o Collor continuam numa boa...
    Diz-me com quem andas e te direi que és...

    ResponderExcluir